Seguidores

sábado, 8 de maio de 2010

Poetas da Nossa Terra





Sophia de Mello Breyner Andersen


O poema


O poema me levará no tempo
Quando eu já não for eu
E passarei sozinha
Entre as mãos de quem lê

O poema alguém o dirá
Às searas

Sua passagem se confundirá
Como rumor do mar com o passar do vento

O poema habitará
O espaço mais concreto e mais atento

No ar claro nas tardes transparentes
Suas sílabas redondas

(Ó antigas ó longas
Eternas tardes lisas)

Mesmo que eu morra o poema encontrará
Uma praia onde quebrar as suas ondas

E entre quatro paredes densas
De funda e devorada solidão
Alguém seu próprio ser confundirá
Com o poema no tempo

****************

10 comentários:

Francisco José Rito disse...

Boa noite!

Grande Poetisa. Desde os livros do ensino básico.

Parabéns pela escolha. Bom fim de semana

Anónimo disse...

Bom Dia!
Dos poemas de Sophia mais "fortes" :
o poeta parte,mas será eterno pela sua obra.
Beijo.
isa.

rosa-branca disse...

Olá amigo, a poeta partiu mas acabou por não nos conseguir deixar. Deixou-nos pois a sua linda obra. Este poema eu conhecia mas nunca me canso de o ler. Obrigado pela visita. Beijo meu e um optimo fim de semana.

Sylvia Rosa disse...

Te achei no cantinho da Vi...
Me apaixonei pelo teu canto...
Minha esperança é que meus escritos um dia sejam achados, e que algum poeta que venha a le-los entenda e divulgue cada palavra!!!
Ameo a Sophie

Ana disse...

É sempre um prazer visitar o seu blog.Obrigada pela sua simpatia nas visitas ao meu.
Bjinho e boa semana:)

poetaeusou . . . disse...

*
Sophia
a Deusa Mar,
porque o Mar é Mulher,
se o não fosse.
não acolhia
tantos Homens no seu seio !
,
Abraço,
*

LOURO disse...

Olá amigo!
Mais uma bela escolha,Sophia e um dos seus mais belos poemas...
Parabéns!!!

Abraço
Lourenço

Sonhadora (Rosa Maria) disse...

Meu amigo
Lindo poema, gosto muito,Sophia de Mello Breyner, uma grande poetiza.

beijinhos
Sonhadora

Anónimo disse...

A Sophia dispensa comentários, toda a sua poesia me fascina!

Amoooo!

Um beijo

Tais Luso disse...

Aqui conhecerei poetas que não conheço... Este é lindo.

Como dizem, o homem morre; a obra se eterniza. O homem também se eterniza através de sua obra. E juntos nos mostram a força, o talento e a beleza do que pode ser criado.

bjs
Tais Luso