Seguidores

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Poetas da Nossa Terra




NEM  SEMPRE


Nem sempre sou igual no que digo e escrevo.
Mudo, mas não mudo muito.

A cor das flores não é a mesma ao sol
de que quando uma nuvem passa,
ou quando entra a noite e as
flores são cor da sombra.

Mas quem olha bem, vê que
são as mesmas flores.

Fernando Pessoa
********************************************

4 comentários:

Anónimo disse...

Trouxeste um dos Poetas do meu coração.
Bem hajas.
Beijo.
isa.

Albertina Granja disse...

O Poeta diz: "NEM SEMPRE" , ao que o povo acrescenta: "NEM NUNCA...."

É mais um profundo, enigmático mas belo poema do nosso querido Fernando Pessoa....!!!!

Albertina Granja

Sonhadora (Rosa Maria) disse...

Meu querido amigo

Como sempre uma escolha perfeita, um poeta que admiro muito e dos mais inteligentes poetas.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Tais Luso disse...

Esse é um monumento à poesia!
Fantástico, sempre!
bjs.