Seguidores

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Poetas da Nossa Terra



Deixei de ouvir-te

  Deixei de ouvir-te. E sei que sou
mais triste com o teu silêncio.

Preferia pensar que só adormeceste; mas
se encostar ao teu pulso o meu ouvido
não escutarei senão a minha dor.

Deus precisou de ti, bem sei. E
não vejo como censurá-lo

ou perdoar-lhe. 

M.R.Pedreira
*************************** 

4 comentários:

Albertina Granja disse...

Triste, profundo, mas lindo este poema......!!!!
Qualquer partida deixa tristeza...., mas esta....!!!!
Albertina Granja

Solange disse...

um poema triste, porém de uma verdade absoluta..

bjs.Sol

Cris Michelon disse...

Ta triste amigo??
um abraço

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido amigo

uma linda escolha como sempre, um poema tristemente BELO.

Beijinho com carinho
Sonhadora