Seguidores

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Poetas da Nossa Terra








Álvaro de
Campos

Ah a frescura na face de não cumprir um dever!

Faltar é positivamente estar no campo!
Que refúgio o não se poder ter confiança em nós!
Respiro melhor agora que passaram as horas dos encontros.
Faltei a todos, com uma deliberação do desleixo,
Fiquei esperando a vontade de ir para lá, que eu saberia que não vinha.
Sou livre, contra a sociedade organizada e vestida.
Estou nu, e mergulho na água da minha imaginação.
É tarde para eu estar em qualquer dos dois pontos onde estaria à mesma hora, Deliberadamente à mesma hora...
Está bem, ficarei aqui sonhando versos e sorrindo em itálico.
É tão engraçada esta parte assistente da vida!
Até não consigo acender o cigarro seguinte... Se é um gesto,
Fique com os outros, que me esperam, no desencontro que é a vida.
-1929

6 comentários:

Isa disse...

Bom dia,para ti,com solinho que alegra a alma!
Álvaro de Campos é o heterónimo que prefiro.
Às vezes ultrapassa a paixão que tenho pelo Ortónimo!
Sinto-me muito próximo dele.
Obrigada por o trazeres aqui.
Soube-me bem!
Beijo.
isa.

Vivian disse...

...que delícia encontrar
Álvaro de Campos aqui!

quantas vezes nos sentimos presos,
atados a convenções impostas pela
sociedade que nada mais faz
do que escravizar-se em nome
de nada?

benditos os livres porque
assim decidiram ser a
despeito do mundo hipócrita!

bj, querido!

Mara disse...

Zé, querido.....boa noite!
Álvaro de Campos, gostei muito.
Tu fizeste uma excelente escolha.
Deixo pra ti os versos abaixo e o desejo de uma noite de sono tranquilo e reparador.
Até amanhã, meu lindo.

Não sou nada. Nunca serei nada. Não posso querer ser nada. À parte disso, tenho em mim todos os sonhos do mundo...

Álvaro de Campos
Beijo,
Mara

Maria disse...

Amigo excelente escolha.
Tenha um maravilhoso fim de semana
beijinhos
Maria

Sonhadora disse...

meu querido amigo

Mais uma escolha linda, como sempre.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Merlaine Garcês disse...

Olá!
“O animal satisfeito dorme.”
O humano que vive realidades paralelas tem insônia, sofre,divide-se!
Obrigada pela visita!
Beijos!