Seguidores

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Poetas da Nossa Terra


Quadras ao Gosto Popular


Cantigas de portugueses
São como barcos no mar —
Vão de uma alma para outra
Com riscos de naufragar.

Eu tenho um colar de pérolas
Enfiado para te dar:
As per'las são os meus beijos,
O fio é o meu penar.

A terra é sem vida, e nada
Vive mais que o coração...
E envolve-te a terra fria
E a minha saudade não!

Deixa que um momento pense
Que ainda vives ao meu lado...
Triste de quem por si mesmo
Precisa ser enganado!

Morto, hei de estar ao teu lado
Sem o sentir nem saber...
Mesmo assim, isso me basta
P'ra ver um bem em morrer.

Fernando Pessoa
>>>>>>>>>>><<<<<<<<<<<<

6 comentários:

Isa disse...

Mudaste novamente o fundo.Ficou giro.
Que harmonia: Pessoa e uma bela imagem.
Bom fim de semana.
Beijo.
isa.

Insana disse...

Belas palavras, estão em perfeita harmonia com a imagem
Bjs
Insana

Maria disse...

Hoje encontrei o seu blog e gostei imenso, irei seguir com imenso prazer.

Bom fim de semana
bjs
Maria

poetaeusou . . . disse...

*
O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela.
,
in-Fernando Pessoa
,
um abraço,
,
*

rosa-branca disse...

Lindas palavras bastante de acordo com a imagem. Bom fim de semana. Beijo meu

Naty e Carlos disse...

Se um dia pensare que te esqueci, reze por mim, por que este dia eu morri!"
Um bom fim de semana
Bjs com carinho