Seguidores

sábado, 6 de março de 2010

Poetas da Nossa Terra


António Gedeão
Pedra Filososal

Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida
Que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança.



Gota de Água

Eu, quando choro,
não choro eu.
Chora aquilo que nos homens
em todo o tempo sofreu.
As lágrimas são as minhas
mas o choro não é meu.

++++++++++++++

10 comentários:

Sonhadora disse...

Meu amigo
Lindos poemas...gostei muito.

beijinhos
Sonhadora

Isa disse...

Gosto de Gedeão.Tem um jogo de palavras relacionado com a área de especialidade dele,muito interessante.
Boa escolha.
Beijo.
isa.

Dani disse...

oi!!
ele tem razão!
qdo a gente sonha muitas coisas se realizam.. é o primeiro passo!
beijos

BlueShell disse...

Dois excertos de dois poemas lindíssimos: excertos muito bem escolhidos, sem dúvida.O "sonho": "motor e impulsionador dos passos do Homem"; o "choro" : o sofrimento universal.
Sabes? Por esse mundo, por esse país ainda há quem não saiba "sonhar" e quem não "chore"...os motivos são os mais opostos...se bem me entendes. Uns porque são tiranizados, os outrsos, os tiranos...não têm sequer consci~encia, ou remorso.

Um imenso abraço e toda a minha admiração.
BShell

BlueShell disse...

LOL..."Conche" também desconheço...eu queria dizer concha, claro....às vezes o entusiasmo nem me deixa ver bem o que escrevi. O mesmo aconteceu há segundos, no meu comentário anterios - até corei de vergonha...mas já estava publicado: prometo ter mais cuidado, de futuro, sim?

BShell

Memória de Elefante disse...

Gosto da poesia deste grande poeta!

Sonhar é Precioso!


Um beijo

Mariza Matheus disse...

As lágrimas aliviam nosso sofrimento, mas como saber se elas não irão nos sufocar?

Abraço

Mariza :-)

LOURO disse...

Meu amigo!
Boa escolha...Dois excertos de lindos poemas do António Gedeão!
Parabéns!!!
Abraço
Lourenço

Anya disse...

Very interesting :-)
Thanks for sharing ...

Anya :-)

Ava disse...

Belos versos, moço!

Palavras que brotam de uma alma sensível...

Beijos!