Seguidores

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Viagens na Nossa Terra

Canção a Évora

Miguel Torga

Évora que não és minha
E que eu gostava de ter:
Moira cativa e rainha,
Que não pude converter!

Não tenho nas minhas veias
Nem o templo de Diana,
Nem a Praça do Geraldo,
Nem a brancura redonda
Da água das tuas fontes...

Tenho montes,
Vinho maduro e granito,
E esta certeza de ser
Filho de Cristo e de Judas.

Ah! Se eu pudesse mudar,
Já que tu, moira, não mudas!...

:::::::::::::::::::::::::

4 comentários:

Isa disse...

Imagem linda a "enfeitar" o q.ñ necessita de adornos:a poesia de Torga.
Beijo.
isa.

Sonia Schmorantz disse...

Há uns dias atrás, procurando por músicas, encontrei um vídeo com a Canção de Évora, achei lindíssimo, foi muito bom vê-la aqui transcrita.
um abraço

SONHADORA disse...

OLA!!!OBRIGADA PELO COMENTARIO
ÉVORA...LINDOOOOO

ÉVORA TERRA ALENTEJANA...
FIQUEI CONTENTE POR VER...
TERRA DE VASCO DA GAMA...
DÊ AO MUNDO A CONHECER...

FICO ESPERANDO...
BEIJO

poetaeusou . . . disse...

*
Geraldo Geraldes,
o Sem Pavor.
,
abraço,
,
*