Seguidores

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Viagens da Nossa Terra


Almeida Garrett

Tejo
(da Net)

Almeida Garrett

Quem desce Tejo abaixo, por esta margem do Norte
onde está Lisboa
e tendo saudado o precioso monumento de Belém, a sua torre não menos bela, entra no
fasionável Pedroiços e daí segue às Praias do Dafundo até à
Cruz Quebrada, tem dado o mais bonito passeio que se pode dar nas vizinhanças da capital e visitando os sítios que, depois
de Sintra, mais frequenta a sociedade elegante da nossa terra.
De fins de Agosto a princípios de Novembro é que
tudo ali corre e que os banhos do mar povoam aqueles belos ermos, nas outras estações desamparados.
Quem tiver porém o bom gosto de resistir ao despotismo
tarifeiro da moda e se abalançar em Maio ou Junho a este
largo passeio, que no estado dos
nossos caminhos é antes uma pequena viagem, creia que há-de ser pago de sua nobre ousadia. Não há palavras que digam todas as belezas daquela terra,
daquele céu,daquelas águas. À esquerda o Tejo, os navios
que entram e saem, as frotas de barcos pescarejos,
a areia alva junto à beira de água....
»»»»»»««««««

1 comentário:

Isa disse...

Como escreve e descreve bem este nosso escritor!
Influenciou muitos nomes da Literatura Portuguesa.
Beijo.
isa.