Seguidores

domingo, 1 de março de 2009

Joaquim Pessoa

Introdução à 5ª Canção




L I S B O A





Lisboa tem um vestido azul feito de mar e guerra.

E cheira a laranjas maduras.

Quando as gaivotas trazem no bico os primeiros

pedaços de sol para acender o dia, Lisboa

deixa correr os cabelos pelo Tejo e o Povo pelas ruas.

À mesma hora, a coragem agita no sangue

duas grandes asas inquietas.

Por todas as janelas destruidas, já o mar entrou,

derrubando acácias, cantando hinos de espuma.

E porque toda a coragem é necessária,

toda a esperança é legítima.



2 comentários:

Isa disse...

Lindas as palavras de J.Pessoa.
Gosto imenso de as ler.
Hoje já estou desponível para as minhas visitas...
Beijoo.
isa.

Jorge P.G disse...

Gostei muito de reler estas belas palavras de um poeta que se mantém igual a si próprio, um resistente.

Abraço do Jorge Sineiro.

(Um abraço à Isa, também, se me permite)