Seguidores

domingo, 30 de dezembro de 2012

Poetas da Nossa Terra




Meu corpo, que mais receias?


Meu corpo, que mais receias?
Receio quem não escolhi.

Na treva que as mãos repelem
os corpos crescem trementes.
Ao toque leve e ligeiro
O corpo torna-se inteiro,
Todos os outros ausentes.

Os olhos no vago
Das luzes brandas e alheias;
Joelhos, dentes e dedos
Se cravam por sobre os medos...
Meu corpo, que mais receias?

Receio quem não escolhi,
quem pela escolha afastei.
De longe, os corpos que vi
Me lembram quantos perdi
Por este outro que terei.

Jorge de Sena - Porto de Abrigo
***************************************




5 comentários:

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu amigo

Hoje passando para deixar a minha mensagem de Ano Novo

O nosso caminho é feito por nós...mas depende muito de quem nos acompanha e que nos ajuda a ultrapassar todas as barreiras e mesmo em silêncio sabemos que estão sempre presentes com uma palavra de carinho e amizade...que secam as nossas lágrimas e sorriem com as nossas alegrias.
Que neste ano de 2013 que agora se inicia possamos com uma palavra de apoio e fraternidade fazer que o mundo seja melhor e que a esperança de realizar todos os sonhos seja presente sempre nos nossos corações...que a paz o amor e a felicidade seja o alvorecer de um novo tempo de amor e fraternidade.
E obrigada por me abrirem o vosso coração para eu entrar e alimentar a minha alma de carinho.

FELIZ ANO NOVO
Um beijinho
Sonhadora

armalu,blogspot.com disse...

Lindo. Saudades de tudo isto. Abraço e que seu ano seja o que sonhar abraço

Albertina Granja disse...

Jorge de Sena é um grande poeta e os seus poemas sempre nos transmitem belas e profundas mensagens, tal como este...!!!
Parabéns pela escolha Andrade...
Quero desejar-lhe, a si e à Mara um FELIZ ANO NOVO...
Beijinhos para ambos..
Albertina

Vento disse...

lindissimo poema de Jorge Sena!

passei para desejar:

MUITO FELIZ ANO NOVO

abraço

isa disse...

Passo para te desejar um Feliz 2013!
Muita Saúde,muito Amor e muita Paz!
Beijo.
isa.