Seguidores

domingo, 16 de dezembro de 2012

Poetas da Nossa Terra



Che Guevara

Contra ti se ergue a prudência dos inteligentes e o arrojo dos patetas
A indecisão dos complicados e o primarismo
Daqueles que confundem revolução com desforra.

De poster em poster a tua imagem paira na sociedade de consumo
Como o Cristo em sangue paira no alheamento ordenado das igrejas

Porém
Em frente do teu rosto
Medita o adolescente à noite no seu quarto
Quando procura emergir de um mundo que apodrece. 

 

4 comentários:

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido amigo

Hoje passando para agradecer as palavras de carinho e a presença no dia do meu aniversário...Obrigada.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Albertina Granja disse...

Os poemas de Sophia de Mello Breyner Andresen são sempre oportunos....
Em qualquer época, em qualquer momento da nossa vida, sentimos, "sempre" que vêm de encontro à nossa realidade,àquilo que sentimos, àquilo que desejamos....!!!!
Tenha um bom domingo Andrade...
Albertina

AFRICA EM POESIA disse...

Gostei muito de passar por aqui.
Feliz Natal--

pior que este não pode haver .
beijos

poetaeusou . . . disse...

*
Amigo,
,
Mar
 De todos os cantos do mundo
Amo com um amor mais forte e mais profundo
Aquela praia extasiada e nua,
Onde me uni ao mar, ao vento e à lua.>>>>>> e eu também <<<<<<<
In= Sophia.
,
uma Quadra Feliz,
entre ondas de Saúde,
desejo-te.

um abraço,
fica .
*