Seguidores

sábado, 11 de agosto de 2012

Poetas da Nossa Terra



Os versos que te fiz


 Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que a minha boca tem pra te dizer!
São talhados em mármore de Paros
Cinzelados por mim pra te oferecer.

Têm dolência de veludos caros,
São como sedas pálidas a arder...
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que foram feitos pra te endoidecer!

Mas, meu Amor, eu não tos digo ainda...
Que a boca da mulher é sempre linda
Se dentro guarda um verso que não diz!

Amo-te tanto! E nunca te beijei...
E nesse beijo, Amor, que eu te não dei
Guardo os versos mais lindos que te fiz! 

Florbela Espanca

4 comentários:

isa disse...

Bom dia!
A Poetisa do Amor e do Sofrimento amoroso,a Mulher muito à frente do seu tempo,a incompreendida,até por ela própria.
Dos Poemas de que mais gosto.
BFS.
Beijo.
isa.

Vento disse...

Florbela tem poemas realmente maravilhosos.
Este, é dos mais belos!

Beijo.

Albertina Granja disse...

Adoro Florbela Espanca....!!!
E este é mais um dos seus maravilhosos sonetos....!!!

Bom fim de semana Andrade...

Ana Tapadas disse...

Incomparável a nossa poetisa!


Beijinho, amigo.