Seguidores

domingo, 1 de julho de 2012

Poetas da Nossa Terra





  Estrada


A bátega do corpo
incorporado num céu feito de
carne
desenha a fogo a estrada que reúne
as margens que separa
se o futuro
se apaga no futuro se todo o tempo
é guerra e
a pele dos homens tatuagem

 Gastão Cruz


2 comentários:

Mara disse...

Gostei da sua escolha.
Beijo

Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Sempre escolhas perfeitas e de bom gosto, adorei este poema.

Um beijinho com carinho
Sonhadora