Seguidores

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Poetas da Nossa Terra








Não tenhas medo do Amor

Não tenhas medo do amor. Pousa a tua mão
devagar sobre o peito da terra e sente respirar
no seu seio os nomes das coisas que ali estão a
crescer: o linho e genciana; as ervilhas-de-cheiro
e as campainhas azuis; a menta perfumada para
as infusões do verão e a teia de raízes de um
pequeno loureiro que se organiza como uma rede
de veias na confusão de um corpo.

A vida nunca foi só Inverno,
nunca foi só bruma e desamparo.

Se bem que chova ainda, não te importes: pousa a
tua mão devagar sobre o teu peito e ouve o clamor
da tempestade que faz ruir os muros: explode no
teu coração um amor-perfeito, será doce o seu
pólen na corola de um beijo, não tenhas medo,
hão-de pedir-to quando chegar a primavera.

Maria Rosário Pedreira



10 comentários:

Albertina Granja disse...

A Maria do Rosário Pedreira escreve, de facto, coisas com grande profundidade....., às vezes até demasiado elaboradas, é certo, mas cujo significado toda a gente entende, na perfeição....
Ela consegue, de uma forma muito súbtil, passar a mensagem.....
Mis uma vez gostei.

Teresinha Oliveira disse...

Não a conhecia, e gostei muito do estilo, detalhista e descritivo.
Muito bom.
Abraços e bom domingo!

isa disse...

Um lindíssimo Poema!
Beijo.
isa.

Solange disse...

sempre entro aqui pra ler essas poesias tão lindas..
parabéns pelas escolhas..

bjs.Sol

JPD disse...

A MRP é uma das poetas da minha eleição.
Boa escolha.
Um abraço

Layz Costa disse...

lindooo poemaa!
tenha uma ótima semana,
seguindo....

Mara disse...

Oi Zé!
Gosto muito dos poemas de Maria do Rosário pedreira!.
Esse eu não conhecia....
Também gostei!
Boa noite,
Beijo,
Mara

Isamar disse...

Lindo, lindo, lindo ou não fosse eu uma apaixonada da poesia de Maria do Rosário Pedreira.O sujeito poético dos seus poemas exprime a sensibilidade da autora.

Beijinhos

Bem-hajas!

JUAN FUENTES disse...

Magnifico poema

Gracias por comentar mi foto

Abrazos Juan.

piedadevieira disse...

Não conhecia a autora de tão linda poesia.
Amigo, está havendo falhas na minha postagem dos comentários, não sei o que é, ou às vezes aparece como anônimo.
Beijos