Seguidores

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Poetas da Nossa Terra


Dia de Anos

Com que então caiu na asneira
De fazer na quinta-feira
Todos esses anos! Que tolo!
Ainda se os desfizesse...
Mas fazê-los não parece
De quem tem muito miolo!

Não sei quem foi que me disse
Que fez a mesma tolice
Aqui o ano passado...
Agora o que vem, aposto,
Como lhe tomou o gosto,
Que faz o mesmo? Coitado!

Não faça tal: porque os anos
Que nos trazem? Desenganos
Que fazem a gente velho:
Faça outra coisa: que em suma
Não fazer coisa nenhuma,
Também lhe não aconselho.

Mas anos, não caia nessa!
Olhe que a gente começa
Às vezes por brincadeira,
Mas depois se se habitua,
Já não tem vontade sua,
E fá-los queira ou não queira!






11 comentários:

Mara disse...

Bom dia, meu querido!

"Dia De Anos"....que belo poema para um dia tão especial!

Dia do teu aniversário!
Parabéns por esse dia tão especial, muita alegria, paz e harmonia. Que todos os seus desejos se realizem, pois você merece ser feliz. "Feliz aniversário!”
Sou feliz por compartilhar de sua amizade......
Mil beijos e muitos parabéns!
Com o meu carinho...sempre.
Mara

Teresinha Oliveira disse...

:•) Muito bom! Bom-Humor é uma deliciosa qualidade que poucos tem.
Concordo com o 'Seu' João. Mania boba essa de ficar fazendo aniversário. Por que? Tínhamos que agir como a Alice, a lá do 'País das Maravilhas',e desaniversariar.
Que tal a partir dos 35?

Isa disse...

Então...PARABÉNS!
Dia Feliz!

"Que tenhas tudo de bom
o que a Vida contem.
Muita Saúde e Amigos também!"

É assim que terminamos os "Parabéns a Você" na minha casa.
Para ti...os melhores votos.
Terno
Beijo.
isa.

Albertina Granja disse...

O Andrade bem disse que eu iria rir quando lesse este poema..... Realmente.......!!!!
Gostei, não conhecia este poema de João de Deus.....
Parabéns.

João Ludugero disse...

Passa lá no meu blog. Se gostar, me siga.
Adorei estar aqui. Já estou dentro, seguindo.
Felicidades, muitas alegrias. Hoje e sempre!
Hper abraço,
João.

Memória de Elefante disse...

Neste dia tão especial como este belo poema, deixo um abraço bem abraçado!

Cata- Vento disse...

Este poeta é mesmo da minha terra e por muitas razões o aprecio. Foi pela Cartilha Maternal, da sua autoria, que a minha mãe me ensinou a ler e muitas foram as vezes que declamei este poema.

Bem-hajas, Andrade, pela linda poesia que trazes para este canto.

Beijinho

ONG ALERTA disse...

Belas palavras, abraço Lisette.

Insana disse...

parece que foi ontem que tudo começou. nisto já tem anos e ainda tem outros tantos anos pela frente..

bjs
Insana

Memória de Elefante disse...

Passei para desejar um ótimo fim de semana e que o Aniversário tenha se estendido em dias felizes!!!

Um beijo

Maria disse...

Fazer anos é somar experiências, é guardar recordações, é estar vivo e isso é muito bom.
Um excelente Domingo
beijinhos
Maria