Seguidores

domingo, 27 de março de 2011

Poetas da Nossa Terra





Ainda sabemos cantar,
só a nossa voz é que mudou:
somos agora mais lentos,
mais amargos,
e um novo gesto é igual ao que passou.

Um verso já não é a maravilha,
um corpo já não é a plenitude.



Eugénio de Andrade

7 comentários:

Isa disse...

« Um verso já não é a maravilha»
Ñ concordo pq a Poesia ñ tem idade.
O Poeta é sempre jovem.
Mais um momento grande no teu Palavras.
Beijo.
isa.

Cata- Vento disse...

Um verso continua a ser maravilha e os versos de que são feitos os poemas de Eugénio de Andrade continuam a fascinar-me. Cada vez mais, apesar da sua ausência física.

Bem-hajas, pela divulgação.

Beijinho

Solange disse...

e a música já não é mais a mesma..

bjs.Sol

Sonhadora disse...

Meu amigo

Eugénio de Andrade...sempre grande...sempre actual, adorei e deixo um beijo.

Sonhadora

Mara disse...

Boa noite, Zé querido!
Eugénio de Andrade, um poeta que muito aprecio!
Ainda sabemos cantar, sim.....sabemos cantar.
Deixo pra ti o meu carinho nos versos de Tom Jobim.

Ah, Quem Me Dera

Ah, quem me dera ser poeta
Pra cantar em seu louvor
Belas canções, lindos poemas
Doces frases de amor.

Tom Jobim

Beijo e excelente semana pra ti.
Com carinho,
Mara

Albertina Granja disse...

Devemos continuar a saber cantar, sempre....

armalu,blogspot.com disse...

Sempre me perco em dois ou três blogues. Cada um de seu género. Mas neste e no tempo que passa e as emoções perco-me. Abraço amigo.