Seguidores

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Poetas da Nossa Terra

Pequena Cantiga à Mulher




Onde uma tem
O cetim
A outra tem a rudeza

Onde uma tem
A cantiga
A outra tem a firmeza

Tomba o cabelo
Nos ombros

O suor pela
Barriga

Onde uma tem 
A riqueza
A outra tem
A fadiga

Tapa a nudez
Com as mãos

Procura o pão
Na gaveta

Onde uma tem
O vestígio
Tem a outra
A pele seca

Enquanto desliza
O fato
Pega a outra na 
Enxada

Enquanto dorme
Na cama
A outra arranja-lhe
A casa

Maria Teresa Horta

6 comentários:

Mara disse...

Boa noite, Zé!

Maria Teresa Horta, mais uma consagrada poetisa portuguesa.
Gostei da poesia, não conhecia.
Bjs,
Mara

Cata- Vento disse...

Outra poetisa da minha preferência.Leio a poesia de Maria Teresa Horta como quem degusta uma iguaria.
Bem-hajas por ma teres trazido hoje e agora.
Tenho a sua obra completa e regozijo-me por ver neste blogue, que passei a seguir há pouco tempo, duas das grandes poetisas portuguesas.

Bem-hajas!

Beijinhos

Albertina Granja disse...

Não conhecia este poema da Maria Teresa Horta...
Mas de facto, tudo aquilo que não se conhece, sobre poesia, é só vir a este blog... e aqui encontramos....
Obrigada por mais este momento...

Argos disse...

Olá Andrade

Uma pequena GRANDE cantiga!
E muito actual.

Abraço grande

Solange disse...

um poema onde coloca-se em poucas linhas toda uma realidade de culturas..

bjs.Sol

Paula Raposo disse...

Quanta verdade!