Seguidores

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Poetas da Nossa Terra

Seus olhos





Mensagens para Orkut - Dividers




Seus olhos --- se eu sei pintar
O que os meus olhos cegou ---
Não tinham luz de brilhar.
Era chama de queimar;
E o fogo que a ateou
Vivaz, eterno, divino,
Como facho do Destino.

Divino, eterno! --- e suave
Ao mesmo tempo: mas grave
E de tão fatal poder,
Que, num só momento que a vi,
Queimar toda alma senti...
Nem ficou mais de meu ser,
Senão a cinza em que ardi.

(No Dia do Seu Aniversário)
Almeida Garrett

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

9 comentários:

Rosane Marega disse...

Lindo!
Adorei!
Vou ler de novo...
Beijossssss

Mara disse...

Querido Zé!
Almeida Garret tem poemas belíssimos e entre tantos escolheste um dos meus preferidos.
Lindo!
Parabéns!
Um beijinho carinhoso e o desejo de um excelente final de semana.
Com carinho,
Mara

Isa disse...

Belíssimo este Poema dedicado à
Viscondessa da Luz,o último gd Amor
deste Homem apaixonado!
Li e reeeeliii.
Beijo.
isa.

Multiolhares disse...

os olhos que tanto dizem que tanto falam
bj

Nilce disse...

Bela escolha.
Poema muito lindo.

Excelente final de semana.

Bjs no coração!

Nilce

Solange disse...

gostei muito de teu blog..
encantou-me a escolha deste poema..
virei aqui mais vezes..

um ótimo domingo pra ti

Sol

Vivian disse...

...vim deleitar-me nos
canteiros da poesia,
e deixar bjs ao
meu querido lindo!


muahhhhhhhhhhhhhh

Rosane Marega disse...

Gostei tanto que voltei para reler.
Beijossssssss

Argos disse...

Olá Andrade,

Almeida Garret e um dos seus poemas mais belos!

Abraço