Seguidores

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Poetas da Nossa Terra

A  GRAÇA


 Que harmonia suave
É esta, que na mente
Eu sinto murmurar,
Ora profunda e grave,
Ora que faz chorar?
Porque da morte a sombra,
Que para mim em tudo
Negra se reproduz,
Se aclara e desassombra
Seu gesto carrancudo,
Banhada em branda luz?
Porque no coração
Não sinto pesar tanto
O férreo pé da dor,
E o hino da oração,
Em vez de irado canto,
Me pede íntimo ardor?

Alexandre Herculano

******************************

5 comentários:

Albertina Granja disse...

Parabéns Andrade pela escolha.
Este poema de Alexandre Herculano é um dos meus preferidos.

Mara disse...

Boa noite, meu querido Zé!
Gostei muito de ler Alexandre Herculano.Não conhecia esta poesia. Admiro a tua diversidade na escolha dos poetas portugueses.Isso mostra o quanto és bem informado, parabéns!
Beijos carinhosos que atravessam o oceano e chegam até você com o sussurro suave do vento trazido pelo mar.
Gosto muito de ti.
Com carinho,
Mara

Maria disse...

Excelente escolha amigo, não conhecia este poema de Alexandre Herculano.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Sonhadora disse...

Meu amigo

Como sempre uma bela escolha de poema, adorei.

Deixo um beijinho...e tenho saudades
Sonhadora

Ana Tapadas disse...

Que bela escolha!
Herculano é dos meus poetas preferidos.
Beijo