Seguidores

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Poetas da Nossa Terra


 P O E M A 
 
 


Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são 
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas).

           Álvaro de Campos
 
********************************** 

8 comentários:

Isa disse...

Curioso...nunca achei as cartas de amor ridículas!
Mas Álvaro de Campos/ F.Pessoa lá sabe.
Obrigada pela partilha.
Beijo.
isa.

leandro guedes disse...

Ridiculas... não sei.
O que me parece Ridiculo é quando acharmos as nossas próprias cartas de amor... Ridiculas.
Abraços
Bom Ano
LG.

ONG ALERTA disse...

Grandes gënios, beijo Lisette.

Multiolhares disse...

talvez sejam ridículas a quem não está envolvido no amor,pois não conseguem ver o arco iris da vida
beijinhos

Mara disse...

Boa noite, meu querido!
Admiro e respeito as poesias de Álvaro de Campos (FP),mas discordo dele.As cartas de amor não são rídiculas...
Prefiro pensar como Ruben Alves:

"Cartas de amor são escritas não para dar notícias,
não para contar nada, mas para que mãos
separadas se toquem ao tocarem
a mesma folha de papel."

Beijos meus pra ti!
Mara

JPD disse...

Temos excelentes poetas.
É muito agradável revê-los através das antologias que vão sendo editadas.

Um abraço, José Andrade

poetaeusou . . . disse...

*
não concordo com o Vate !
aceito-o simplesmente,
pela sua frustração,
de não ter sido Marinheiro !
,
abraço,
,
*

Albertina Granja disse...

Não concordo.....
É claro que as cartas de amor não são rídiculas....
Álvaro de Campos/Fernando Pessoa, só podia estar num momento pouco colorido quando fez tal afirmação....