Seguidores

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Poetas da Nossa Terra



***********************************************
********************************** **********************************************************

8 comentários:

Rosane Marega disse...

Que lindo!
Adorei!
Beijosssss

Isa disse...

Florbela sabia,como poucos,exprimir a saudade!
Beijo.
isa.

poetaeusou . . . disse...

*
Olhos do meu Amor! Fontes... cisternas...
Enigmáticas campas medievais...
Jardins de Espanha... catedrais eternas...
Berço vindo do Céu à minha porta...
Ó meu leito de núpcias irreais!...
Meu sumptuoso túmulo de morta!...
,
in -Florbela Espanca
,
abraço,
,
*

Mara disse...

Boa noite meu querido!
Que belos versos de FLorbela....
(...)
Quando os olhos se me cerram de desejo…
E os meus braços se estendem para ti…

Tu ,como sempre, muito romântico.
Beijinho...
Mara

Maria disse...

Amigo, Florbela Espanca é sempre uma excelente escolha. Adorei!
Bom Domingo
Beijinhos
Maria

armalu disse...

Vir aqui ao seu cantinho , é o sentir um mundo de emoções, é o quer ficar para sempre, é passar tempo sem dar por ele, pois meu eu mais profundo esta preso em tanto lugar. e aqui encontro tudo.bj

Tais Luso disse...

Você postou uma de minhas poetas preferidas. Tudo dela emociona, é inteiro, é sensíbilidade. Até o sofrimento - quando dito - é lindo!

Bjs, amigo! Hoje vim por outras paradas. E já li algumas coisas dos poetas portugueses.
tais luso

ETERNA APAIXONADA disse...

Tanto tempo sem aqui entrar e encontro tanta coisa linda!
Hoje é dia de Florbela e vê-la aqui, nesse poema tão sentido, deixou-me emocionada e feliz!
Parabéns pelos seus lindos trabalhos, meu querido amigo!
Grande beijo no coração