Seguidores

sábado, 5 de dezembro de 2009

Viagens na Nossa Terra

Nazaré - O SÍTIO


De:
Raúl Brandão

O SÍTIO

Antes de me ir embora vou lá acima ao Sítio.
É uma aldeia branca e deserta, com o templo, a capela
e o penedo onde se deu o milagre. Do alto deste grande
morro descobre-se de aeroplano um largo panorama - o mar
infinito, a ampla baía formada pelos montes, a branca
Nazaré ao pé da areia, a toalha líquida do riozinho que se
espraia e detém ao chegar à costa, e do lado da terra os
eternos pinheirais donde emerge o cone mais agudo de
S. Bento, com a ermida e a guarida do vigia. Percorro as ruas
e a praça. O silêncio de uma povoação abandonada.
Só encontro o padre, duas mulheres e uma criança.
Os homens foram todos (mais de trezentos) para a
longíncua pesca do bacalhau, que dura de Maio até
Dezembro. Durante essa longa ausência, a mulher não
muda de roupa nem de vestido e nunca mais se deita na
cama onde dormia com o homem, que lhe leva a enxerga
para bordo; fica no chão com os filhos sobre esteiras. (...)

:::::::

6 comentários:

Efigênia Coutinho disse...

"Viagens na Nossa Terra"
Grande postagem leio hoje neste seu espaço cultural, meus cumprimentos.

Eu não esqueci um só de todos os meus amigos aqui, e hoje retorno, depois de muito trabalho com o nosso Site, com os 1000 Sonetos, agora poderei estar ao lado de todos , matando as saudades, que se fazem presente ao presente momento,
lá na minha casinha, tem
NATAL,
para todos os amigos,
com carinho, Efigênia

Sonia Schmorantz disse...

Que agradável ler as histórias da sua terra!
Um abraço, ótimo final de semana

Isa disse...

Mais uma Viagem na nossa Terra!
Garrett deu o nome de "Viagens..."
pq.faria gosto e tensão de narrar mais umas tantas histórias. :(
Continuas tu,num estilo e objectivo
diferentes,mas muito agradáveis.
Gostei.
Beijo.
isa.

rouxinol de Bernardim disse...

Excelente este naco de história que nos mostra o sacrifício dos pescadores e dos seus familiares...

Esta vida é tão difícil para alguns, outros é so mordomias e robalos doirados...

SONHADORA disse...

OI QUE BOM É ... VIAJAR PPP"LO NOSSO PORTUGAL...

OBRIGADA
BEIJO DUMA ALENTEJANA

poetaeusou . . . disse...

*
ai Nazaré
que lindo é
ter a ventura
de ir ai Sitio
para te olhar . . .
,
Senhora da Nazaré
rogai por mim
Também sou um pescador
que anda no mar
Ao largo da vida
apruei nas vagas sem fim
Está meu barquito de sonhos
quase a naufragar
As minhas redes
lancei com confiança
Colhi só desilusões
no mar ruím
Perdi o leme da esperança
Eu não sei remar assim
Senhora da Nazaré
rogai por mim !
,
grato Andradarte
,
*