Seguidores

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Joaquim Pessoa - 18


Prova Oral

O piercing na língua faz-me ponta,

melhora francamente o sexo oral.

Excita mais o pénis. Faz de conta

que sendo a mesma coisa é afinal


uma coisa diferente para melhor

e melhor fora às vezes que não fosse

porque queres a seguir fazer amor

e entretanto o orgasmo foi precoce.


De modo que me fico, dividido,

entre esse teu piercing atrevido

e a prática clássica e banal.


Mas, assim mesmo, posso afirmar:

que neste exame nunca vou deixar

que fiques dispensada da oral.

poema décimo oitavo dos Sonetos eróticos & irónicos & sarcásticos & satíricos & de amor & desamor & de bem & e de maldizer do poeta Joaquim PessoaLitexa Editora, 2008


##

3 comentários:

Isa disse...

Sorri.Porque será que os Poetas dão
um toque de ironia quase gracejo,qdo
afinal há uma certa nostalgia meio
escondida?
Beijo.
isa.

Paula Raposo disse...

Maravilha!! Como se consegue expressar tão bem o que se pensa!! Obrigada pela partilha. Beijos.

mariabesuga disse...

Está brejeiro o Joaquim pessoa!!!...

Um abraço, José