Seguidores

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Joaquim Pessoa






Q U E M




Quem empunhou o machado
e cortou a flor de lume?

Quem fez o estranho noivado
das estrelas com o estrume?

Quem nada na maré falsa
com braços de maré cheia?

Quem quer a fome descalça
por causa de um pé de meia?

Quem traz a vida aos soluços
no gume de uma navalha?

Quem põe um homemde bruços
por dá cá aquela palha?

Quem da vida faz um fardo
e da mentira o exemplo?

Quem da rosa faz um cardo
no altar do nossotemplo?

Quem é que se diz profeta
e é traidor na sua terra?

Quem é que fez da caneta
uma arma em pé de guerra?

Quem é que vende o meu povo
por interesse nacional?

Quem fez de Colombo um ovo
e descobriu Portugal?

Quem pretende que eu me cale
porque a poesia é perigosa?

Quem é que quer afinal
uma canção côr de rosa?

6 comentários:

Isa disse...

Como este POETA me enche a Alma!Q.
grande ele é!
Obrigada,meu Amigo,por o trazer até aqui.
Digo alguns versos q.fixei.Parece um eco...E gosto.
Beijoo.
isa.

Paula Raposo disse...

Possivelmente alguém gostará que nos calemos...pois então ...NÃO. Beijos.

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO AMIGO, SUBLIME POEMA...
UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO, FERNANDINHA

Efigênia Coutinho disse...

Jose Andrade , RETORNO AO SEU ESPAÇO, E AINDA LEIO BELOS VERSOS DE " Joaquim Pessoa" , ONDE VOU PERCEBENDO SUA FRATERNIDADE COM SEU SEMELHANTE, POIS EDITA POESIAS DE OUTROS POETAS, QUE GESTO ELEGANTE DE SUA PARTE.
AGRADEÇO A SUA VISITA AO MEU ESPAÇO VIAGEM A NY, COM ADMIRAÇÀO,
EFIGÊNIA COUTINHO
(já conhece o meu cantinho de poesias? deixo o link:
http://efigeniacoutinhopoesias.blogspot.com/

Jorge P.G disse...

Sempre acutilante o Joaquim Pessoa.
Ainda hoje revi a sua poesia num programa da RTP-Memória onde o convidado foi o Carlos Mendes, que tantos poemas dele bem musicou.

Um abraço.
Jorge P.G. Sineiro

Carmem disse...

Estive aki espiando este lindo Blog...fiquei encantada...
Obrigada por proporcionar bons momentos!

Bju