Seguidores

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Poemas de Joaquim Pessoa

O Pássaro no Espelho



Poemas da Resistência



O Cão da Tristeza


O cão da tristeza está aqui.
Aqui, sem alma, ferrado no meu espanto.
Puxando as verdes charruas do meu pranto
Lavrando a dor cinzenta do meu povo.

O cão da tristeza está aqui.
No giz do meu lume, na fogueira acesa
Que queima a minha casa, destrói a minha mesa
E magoa no meu sangue e a minha voz.

O cão da tristeza está aqui.
No açaime do medo que nos cala
Na sombra do punhal, no frio da bala
Apontada ao coração da nossa esparança.

1 comentário:

Isa disse...

Amigo,li com mais atenção.Mais,recitei-o.
Como gosto de dizer poesia!!
Beijo.
isa.